Missões

Missões sempre fizeram parte da história das Assembléias de Deus no Brasil, visto que sua existência é fruto do trabalho missionário de dois jovens suecos, Gunnar Vingren e Daniel Berg, os quais desde cedo procuraram incutir no espírito dos membros da novel igreja a obediência ao IDE de Jesus, exarado na Grande Comissão de Mateus 28.18,19 e Marcos 16.15.

Assim, com apenas dois anos de existência, a Igreja da Missão da Fé Apostólica, mais tarde Assembléia de Deus no Brasil, de sua sede em Belém do Pará, enviou a Portugal seu primeiro Missionário ao exterior: José Plácido da Costa. Em 1921, foi a vez de José de Mattos. Ao longo dos anos outros seguiram os mesmos passos, saindo do Brasil para levar as boas novas a outros povos. Contudo, não havia um órgão oficial normativo que credenciasse os missionários e lutasse pelos seus interesses no campo missionário. Urgia solucionar tal problema, a fim de expandir o potencial missionário das Assembléias de Deus no Brasil e no exterior.

Estes heróis da Fé realizaram sua parte na Grande Comissão sem qualquer suporte logístico. Hoje Deus levantou eu e você, para continuar esta obra.

Existem visões distorcidas sobre quem deve evangelizar – há quem pense que devem ser apenas os evangelistas, os missionários, os pastores, aqueles irmãos nomeados pelos concílios, os quais promovem campanhas, cruzadas, etc…..Mas a ordem de Jesus em Marcos 16.15 – “Ide por todo o mundo e pregai o evangelho a toda criatura” – é para todos os seus discípulos. Todo crente em Jesus tem a responsabilidade de cumprir a Grande Comissão. O apóstolo Paulo assim expressou o seu compromisso com a evangelização: “…sobre mim pesa essa obrigação; porque ai de mim se não pregar o evangelho!” (1Co 9.16).

Erguei os olhos para contemplar a obra missionária e de evangelização;
Erguei os olhos para conhecer e apoiar os obreiros que estão nos campos pelejando em favor da salvação de almas perdidas;
Erguei os olhos para enxergar aqueles que estão perecendo sem ouvir as boas novas da salvação – eles precisam ser alcançados, a fim de ouvirem acerca da obra salvadora de Jesus;
Erguei os olhos para discernir aqueles que estão lutando por justiça no mundo – eles buscam a justiça do homem, mas precisam acima de tudo da justiça de Deus, que há em Cristo Jesus;
Erguei os olhos para ver os pobres da terra – aqueles que desconhecem a Jesus – eles precisam conhecer as riquezas celestiais que Jesus promete aos que o servem.

Missões significa enviar ou ser enviado. Sabemos que missões nasceu no coração de Deus (Gn 3.15), e que Jesus foi o primeiro missionário.
O que é, portanto fazer missões? É levar o Evangelho a todo o mundo; é espalhar a semente para expansão e crescimento da Igreja.
E como faremos missões? Enviando missionários (Rm 10.14,15). Temos uma responsabilidade muito grande, que nos entregou o Senhor, o de ganhar as almas e levá-las a salvação, a tantos quantos queiram recebe-la. Missões é realizada através da Igreja. É ela quem envia e suporta os missionários.

Deus deseja que todas as Igrejas estejam envolvidas em missões. Para que alcancemos o mundo não cristão, é necessário que a Igreja se empenhe na evangelização.

Como podemos realiza-la? A través daqueles que são enviados. Um missionário deve ter chamada, caso contrário, sofrerá no campo para onde foi enviado. Para isto, temos exemplos bíblicos de servos do Senhor que renunciaram tudo para cumprir o Ide do Senhor. O exemplo claro foi o apóstolo Paulo, que teve por perda tudo o que sabia e possuia por amor do Evangelho (Fp 3.7,8).

Também temos exemplos nas grandes eras missionárias como Hudson Taylor, William Carey, Moody, John Wesley e muitos outros que dedicaram suas vidas na salvação de almas, pois este é o cerne das missões, trazer as almas à salvação. Exemplos como o de Felipe, o qual foi enviado pelo Espírito Santo a pregar o Evangelho ao eunuco (At 8.29); Pedro quando foi enviado a Cornélio (At 10.5); ou mesmo Ananias para orar por Saulo (At 9.15); mostra-nos que todos eles tinham um mesmo objetivo, um mesmo ideal, o de ganhar as almas perdidas. Este deve ser o objetivo da Igreja através das missões. Quem ama missões se dedica em fazê-la; quem a faz, demonstra seu amor pelo Senhor e pela sua obra!

   1. VISÃO MISSIONÁRIA
 Visão da responsabilidade: Rm 1.14; at 1.8; 1Co 9.16; Is 6.8
 Visão da necessidade: Mt 9.37,38; At 16.9,10; At 8.29-31
 Visão das almas perdidas: Mt 9.36; At 17.16; 2 Co12.15
   2. BARREIRAS MISSIONÁRIAS
 As Barreiras idiomáticas: At 11.20,21; 2.6; 22.1-2
 As Barreiras culturais: At 11.2-7; Jo 4.9; 1Co 9.20-22
 As Barreiras religiosas: Jo 4.20-23; At 15.5,27-29; At 19.17-20; At 14.11-14
   3. JESUS CRISTO E A OBRA MISSIONÁRIA
 Chamando os obreiros: At 13.2-4; At 9.15; At 20.24
 Abrindo a porta da Palavra : At 18.9,10; Mt 10.19; 1Co 16.9; Cl 4.3.
 Repartindo os dons e autoridade: At 4.29-31; At 19.11,12; 2Co 3.5-6; 1Co 12.11

QUAL A SUA DESCULPA?